Ce-a fost nu s-a pierdut


20/02/2007


Enquanto isso, aqui na nave Terra o ano inteiro se transformou em Carnaval, e não porque haja leveza e descontração, mas porque a tirania fascista se apossou dos comportamentos habituais de nossa humanidade, demonstrando-se em falta de respeito constante pela liberdade alheia e a brutalização dos relacionamentos, carentes de espontaneidade e plenos de interesses. Intimamente, nossa humanidade odeia a tirania, mas de tanto odiá-la passou a absorver sua ideologia, e cada indivíduo tenta impor sua verdade acima de todas as outras, sem sequer questionar se a sua própria seria mesmo a melhor. Isso é tirania, isso é fascismo. Os antídotos são conhecidos, mas pouco aplicados, a fidelidade, a integridade e a capacidade de manter viva a palavra empenhada.


Escrito por Anjo Negro às 13h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

06/02/2007


Vanessa da Mata - Ainda Bem

Vanessa da Mata - Ainda Bem
Letras: Vanessa da Mata

Ainda Bem

Ainda bem
Que você vive comigo
Porque senão
Como seria esta vida?
Sei lá, sei lá

Nos dias frios
Em que nós estamos juntos
Nos abraçamos sob o nosso conforto
De amar, de amar

Se há dores tudo fica mais fácil
Seu rosto silencia e faz parar
As flores que me manda são fato
Do nosso cuidado e entrega
Meus beijos sem os seus não dariam
Os dias chegariam sem paixão
Meu corpo sem o seu uma parte
Seria o acaso e não sorte

Neste mundo de tantos anos
Entre tantos outros
Que sorte a nossa heim?
Entre tantas paixões 
Esse encontro nós dois
Esse amor

Entre tantos outros
Entre tantos  anos
Que sorte a nossa heim?
Entre tantas paixões 
Esse encontro nós dois esse amor

Entre tantas paixões
Esse encontro nós dois esse amor.

Escrito por Anjo Negro às 21h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

07/12/2006


que saudade das mãos do meu anjo...

que saudade dos seus olhos...

que saudade dos seus sussurros...

eu te quero tanto...

meu coração pulsa na minha mão...

eu grito por vc...

eu te quero....

vem pra mim...

te espero...

 

Escrito por Anjo Negro às 23h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

09/10/2006


Lógica

Jota Quest - Lógica

Exagero de vida
Exagero de amor
Exagero de ego
Exagero da falta

Falta de vida, de amor, de valor.
Falta de graça e de grana
Falta dos irmãos.

A vida e dura é injusta
A vida e crua e assusta
A vida e jogo e é luta
A vida e fogo e é cruz

A vida passa 
A vida e pouco.
A vida e sua
A vida e pouco a pouco...

Entre a vida e a morte
Onde esta a lógica?
Entre a guerra à paz?
O amor não tem lógica

Amor por tudo
Amor profundo
Um amor maior que o mundo
Amor sem paz
Amor que dói demais
Amor de mãe e pai

Escrito por Anjo Negro às 18h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

13/08/2006


me enfie uma faca no coração e me veja sangrar

Eu quero sangrar até morrer...

Vc pode enfiar uma faca no meu coração...???

Se vc puder... abra o maior buraco que vc puder de maneira que a minha alma possa se libertar...

Quero renasçer sob o nascer do sol e o subir da lua cheia...

Quero me reconstruir com o quinto elemento...

Que meu espirito seja constituído pela sétima essencia...

E que a primeira essencia seja a substancia energética da minha alma...

Que tudo que eu toque floreça...

Que tudo que eu toque cresça...

Que tudo que eu sou morra e padeça...

Que a minha morte seja lenta e perdida em um déjà vu...

Que o golpe seja profeirdo com amor e ódio sobre o meu coração...

Que ele se parta em dois e depois se desintegre...

De maneira que nada da pessoa que sou hj...

E de todas que fui em vidas passadas também não possam restar nada em qualquer tempo e espaço e lugar do universo...

Anjo... somente anjo... nada mais...

 

Escrito por Anjo Negro às 22h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

09/07/2006


Minha alma se perdeu...

The Calling - The Truth (tradução)
by Alex Band

Olá
Você diz quer provar a verdade
Apenas a engula, terminará em breve
Não tente lutar
Apenas escute o som de minha voz
Eu sei que vc quer fugir, baby
Mas você realmente não tem escolha, não tem escolha

Porque eles ficaram ditados
Tentando levar você e enforcar você
Agora você só começou
Não há nenhum retorno…
Cada movimento seu
Eles estão te observando
E não há nada que você possa fazer
Cada respiração sua
Pode ser a ultima
Porque eles irão partir seu coração em dois
Ninguém pode te salvar
Eles queriam a verdade

Quando você dorme
Quando você come
Eles sempre estão lá
Procurando a dor dos vivos
E trazendo vida aos mortos, aos mortos

Cem anos de espera
Trinta e seis mil dias
Cinquenta milhões de segundos
Seis bilhões de mil caças
Cada movimento seu
Eles estão te observando
E não há nada que você possa fazer
Cada respiração sua
Pode ser a ultima
Porque eles irão partir seu coração em dois
Ninguém pode te salvar
Agora eles querem a verdade

Eles vão roubar a sua alma
Eles vão assumir o controle
Jogando com a sua mente
É apenas questão de tempo
Lutar pela sua vida


Quando deito para dormir
Rezo para que minha alma seja preservada

Escrito por Anjo Negro às 17h27
[ ] [ envie esta mensagem ]

jaula de carne LTDA

eu me rasgo quando eu sinto toda a intensa voltagem
dentro do meu ser.. pulsa e me enlouqueçe...
essa jaula de carne cheia de limitações e regras...
eu repudio isso com tanta intensa e vontade de poder mudar isso tudo...
a como eu quero ser um ser sem metricagem dos prototipos limitados e pre-definidos
em suas mais concretas bases... a porra do sangue e do DNA que vigora
e que nos da toda essa pre definição sem consulta em revolta...
mas eu não vou ferir a minha garganta gritando que eu quero mudar de forma...
isso não resolve em nada o desespero que me causa...
mas a forma é uma pre-destinação que nos mesmos escolhemos quando vamos descer
até este planeta... e eu vou ignorar todo o desespero... eu não quero
sentir o meu sangue jorrando pela minha garganta e saltando de minhas
entranhas e colocando pra fora todo o meu pavor pela falta de liberdade...
é a pré-definição da jaula de carne que me encomoda...
mas wathever...

Escrito por Anjo Negro às 01h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

27/06/2006


Pra vc Will

Pitty - Déjà Vu
by Pitty/peu sousa

Nenhuma verdade me machuca 
Nenhum motivo me corrói 
Até se eu ficar 
Só na vontade, já não dói 
Nenhuma doutrina me convence 
Nenhuma resposta me satisfaz 
Nem mesmo o tédio me surpreende mais
 
Mas eu sinto que eu tô viva 
A cada banho de chuva 
Que chega molhando o meu corpo 

Nenhum sofrimento me comove 
Nenhum programa me distrai 
Eu ouvi promessas e isso não me atrai 

E não há razão que me governe 
Nenhuma lei pra me guiar 
Eu tô exatamente aonde eu queria estar
 
Mas eu sinto que eu tô viva 
A cada banho de chuva 
Que chega molhando o meu corpo 

A minha alma nem me lembro mais
Em que esquina se perdeu 
Ou em que mundo se enfiou 

Mas já faz algum tempo 
Já faz algum tempo
Já faz algum tempo 
Faz algum tempo 

A minha alma nem me lembro mais
Em que esquina se perdeu 
Ou em que mundo se enfiou

Mas eu não tenho pressa 
Já não tenho pressa 
Eu não tenho pressa 
Não tenho pressa
Essa música parece que foi feita pra vc...
beijos pra vc...

Escrito por Anjo Negro às 13h44
[ ] [ envie esta mensagem ]

25/06/2006


Brinquedo torto

Pitty - Brinquedo Torto
by Pitty

Esqueci as regras do jogo
E não posso mais jogar
Veio escrito na embalagem
Use e saia pra agitar
Vou com os outros pro abate
O meu dono vai lucrar
Seja cedo ou seja tarde
Quando isso vai mudar?

Não me diga: "eu te disse"
Isso não vai resolver
Se eu explodo o meu violão
O que mais posso fazer?
Isso é tão desconfortável
Me ensinaram a fingir
E se eu for derrotado
Nem sei como me render

E eu me vendo como um brinquedo torto
E eu me vendo como uma estátua

Esqueci as regras do jogo
E não posso mais jogar
Veio escrito na embalagem
"Use e saia pra agitar"
Vou com os outros pro abate
O meu dono vai lucrar
Seja cedo ou seja tarde
Quando isso vai mudar?

E eu me vendo como um brinquedo torto
E eu me vendo como uma estátua

Escrito por Anjo Negro às 21h11
[ ] [ envie esta mensagem ]

Na Sua Estante

Pitty - Na Sua Estante


Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar, ao menos mande notícias
'Cê acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Só por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar a minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
E essa abstinência uma hora vai passar

Escrito por Anjo Negro às 11h39
[ ] [ envie esta mensagem ]